Pais de cães - Como saber respeitar a natureza do seu filho pet - Camas para Cachorros e Gatos Lassie

Pais de cães – Como saber respeitar a natureza do seu filho pet

De uns anos para cá, cada vez mais ouvimos as pessoas falando que são mães e pais de cães e também tem filhos humanos. Quando foi que isso aconteceu?

Se analisarmos cerca de 60 anos atrás aqui no Brasil, os cães ficavam acorrentados ao pé da casinha, fora de casa. Comiam os restos de comida e sua função era latir para os estranhos.

Na Europa, o cão foi “levado para dentro de casa” a partir dos anos 40. Vimos isso claramente quando estreou o filme Lassie – A Força do Coração.

Essa interação dos humanos com os cães começou a se estreitar. Os pets ganharam espaço dentro de casa (e do coração da família), brinquedos, cama, comida especial. Cães viraram membros da família.

Pulamos para os anos 2.000! Que loucura!! Pessoas que moram em apartamentos começam a ter cãezinhos de pequeno porte. Casais que não podiam ter filhos, adotaram pets. Começaram assim os serviços de banho e tosa, petshops e etc.

cachorro-filhote

Mas aí o que aconteceu? Vimos que os humanos estavam felizes mas os pets não… Algo deu errado.

Os humanos começaram a jogar suas frustrações encima dos cães. Já não sabiam mais separar a hora de ser “pai” e o momento certo de educar e priorizar as necessidades naturais de seus pets. Os cães ficaram agressivos, latiam demais, destruíam móveis e tudo o que viam pela frente… Mas por quê?

cachorro-gato-lassie

Temos que entender a naturalidade dos nossos pets. Eles precisam sentir “a matilha” pois é assim que sabem viver. Procurem pesquisar bastante sobre como o cão se comporta dentro de uma matilha e também como poder fornecer à ele uma “matilha diferente e urbana”.

Para entrosar o new entry da família deveremos saber que:

1- terá de ter dediação total. Pesquise, estude, se informe e tenha total disponibilidade às necessidades do cão que irá chegar;

2- eles são como filhos e pretendem atenção de qualidade e regras para que se sintam seguros;

3- tem que passear! Sim, senhores. Vocês irão ficar em forma porque os filhotes terão que queimar muita energia e aprender a andar na coleira.

4- eles dão muitas despesas. Tem de arcar com vacinas anuais, castração, comida…

5- COMIDA! Ela merece um ponto por si só. Comprar ração barata não adiante pois mais para frente seu cão/gato irá ter problemas. Melhor comprar uma boa ração que supra todas as necessidades diárias do seu pet, ou então optar por comida natural. AQUI (tem um site que super indico)

6- ao contrário do que se pensa, cães não precisam de banhos semanais, aliás, isso só faz mal para eles. O banho recomendado é nó máximo 1x a casa 21 dias. Se for dar banho em casa, prefira um dia bem ensolarado, não utilize água quente (morninha), um shampoo específico e enxigar muito bem!

banho-cachorro-lassie

7- castre seu animal. Este é um ato de amor que irá previnir futuras doenças e evitar que tenham mais e mais filhotes abandonados por aí.

 

Sim, ter um pet é ser pai de pet, mas lembre sempre que tem a hora de ser pai e brincar e a hora de ser educador para que seu cão se sinta confortável nesta “matilha urbana”.

cachorro-familia-lassie-gato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *