Você sabe o que é um cão-guia? - Camas para Cachorros e Gatos Lassie
BLOG05

Você sabe o que é um cão-guia?

Você sabe o que é um cão-guia?
5 (100%) 1 vote

Quantas vezes você já viu na rua, em filmes ou em reportagens um cão guia conduzindo pessoas? Apesar de raros, eles estão circulando por aí e existem algumas informações que são importantes saber.

Ok! A gente sabe que você, assim como nós, não pode ver um totó fofo e já sai gritando “Iti Malia!”. Mas vamos conhecer um pouco mais sobre eles, como eles são importantes e como não devemos interferir no trabalho de um cão-guia.

Inteligentes, disciplinados e amados eles são fundamentais na vida de quem tem algum tipo de problemas de visão.

O trabalho deles é tão importante, que na última quarta-feira de abril é comemorado o Dia Internacional do Cão-Guia. Claro que neste dia vai um agradecimento especial aos treinadores e todas as pessoas que trabalham voluntariamente por esta causa tão linda: a inclusão de pessoas com cegueira ou baixa visão.

Vamos saber mais sobre tudo isso? Bora lá então.

Posso brincar com o cão-guia na rua?

Infelizmente não. Eles precisam estar sempre atentos para prevenir acidentes e proteger seu tutor, e quando você faz carinho, o chama ou faz algo que desvie a atenção dele, ele pode perder o foco.

Também não é adequado alimentá-lo, ok?Para evitar problemas, antes de mais nada, pergunte ao tutor se pode interagir com o animal.

Onde a pessoa com deficiência visual pode ir com seu cão-guia?

Cão-guia tem acesso liberado a qualquer lugar e qualquer meio de transporte

Existe uma lei brasileira n° 11.126/2005 que garante o direito da pessoa com deficiência visual ingressar e permanecer em os locais públicos, privados de uso coletivo com seu cão-guia. Ninguém pode barrar a entrada de um cão-guia.

Um detalhe importante: não pode ser cobrado a entrada ou permanência do cão conforme o decreto 5.904/2006.

7o É vedada a cobrança de valores, tarifas ou acréscimos vinculados, direta ou indiretamente, ao ingresso ou à presença de cão-guia nos locais previstos no caput, sujeitando-se o infrator às sanções de que trata o art. 6o.

O artigo 6o  determina multa de R$ 1.000 a R$ 30.000 para quem impedir ou dificultar o acesso do cão-guia, filhote em treinamento, família socializadora, tutor ou treinador aos locais públicos e/ou privados de livre convivência.

Isso vale para restaurantes, cinema, ônibus, supermercados. Caso você veja alguém barrando uma pessoa com seu cão-guia, não seja omisso, auxilie a garantir o cumprimento da lei. É importante que o cão esteja devidamente identificado.

Mas há uma exceção, saiba onde não é permitida a entrada e permanência do cão-guia, de acordo com o mesmo decreto:

3o Fica proibido o ingresso de cão-guia em estabelecimentos de saúde nos setores de isolamento, quimioterapia, transplante, assistência a queimados, centro cirúrgico, central de material e esterilização, unidade de tratamento intensivo e semi-intensivo, em áreas de preparo de medicamentos, farmácia hospitalar, em áreas de manipulação, processamento, preparação e armazenamento de alimentos e em casos especiais ou determinados pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar dos serviços de saúde, ainda, nos locais em que seja obrigatória a esterilização individual.

Quais raças pode ser cão-guia?

Por mais inteligentes e amados que sejam, não é uma tarefa para qualquer raça, pois é importante que o cão-guia tenha porte e força.

Normalmente são Golden, Labrador, mas também podem ser Borders ou Pastor Alemão.

É fácil adestrar um cão-guia?

Não é fácil nem barato. O treinamento que inicia com o processo de socialização enquanto ele é filhotinho, leva em torno de 1 ano e meio e custa R$ 35 mil. Vale lembrar que o cão-guia é doado para o portador de deficiência. Mas existe toda uma estrutura, treinamentos, alimentação, cuidados veterinários que custam dinheiro.

O cão-guia trabalha por toda sua vida?

Capaz! Eles se aposentam depois de oito anos de trabalho. Após este período, pode continuar com o tutor, caso este possa ficar com dois cães, ou ele pode ser adotado por algum membro da família do seu tutor. E vai curtir a aposentadoria com muito carinho, brincadeiras e amor.

Qualquer um pode adestrar um cão-guia?

O preparo deste amigão é muito especifico e importante, pois a integridade física do tutor depende do cão. Normalmente os adestradores fazem cursos internacionais de adestramento de cães.

O que é uma família socializadora?

Quando um filhotinho é escolhido para ser adestrado como cão-guia, ele segue para viver junto com uma família, dos dois meses até aproximadamente um ano e meio ou quando o seu treinamento mais efetivo começa.

Este período é importante porque é quando o cão aprende a socializar com a sociedade, andando em diversos locais e meios de transporte.

Ele vai circular em lojas, mercados, ruas movimentadas, restaurantes, metrô, ônibus, shopping e outros diversos ambientes.

3o O cão em fase de socialização e treinamento deverá ser identificado por uma plaqueta, presa à coleira, com a inscrição “cão-guia em treinamento”, aplicando-se as mesmas exigências de identificação do cão-guia, dispensado o uso de arreio com alça.

Com muito amor, carinho e cuidados ele vai conhecendo o mundo até estar preparado para essa grande missão de auxiliar as pessoas com deficiência visual.

Durante o período em que o cãozinho está com a família, eles recebem todo o apoio e suporte do Instituto IRIS, um dos poucos no Brasil que trabalham com esse tipo de treinamento.

E como faço para saber mais sobre este trabalho tão bacana?

O Instituto IRIS é uma organização sem fins lucrativos que atua desde 2002 na difusão do cão-guia como facilitador do processo de inclusão da pessoa com deficiência visual.

Quer saber mais sobre o Instituto IRIS? Acesse o site: http://www.iris.org.br

E será que os cães só podem auxiliar as pessoas cegas ou com baixa visão?

Claro que não, eles são tão especiais que já estão sendo adestrados para atender outras necessidades. Mas isto é assunto para um próximo post. Até lá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ebook GRÁTIS

Faça o download do Livro “Do Pátio ao Sofá de Casa” e aprenda com este livro de fácil leitura e bem interativo a como conviver melhor com o seu cão dentro de casa.