Fogos de artificio x pets assustados. Dicas para amenizar o problema - Camas para Cachorros e Gatos Lassie
BLOG07

Fogos de artificio x pets assustados. Dicas para amenizar o problema

Avalie este post

Esperamos as festas de final de ano para reencontrar familiares, rever amigos e confraternizar com as pessoas que são importantes na nossa vida. É uma oportunidade, as vezes única, de reencontrar quem amamos.

Acontece que muitas vezes as festas de Natal e Ano Novo acabam sendo também muito barulhentas com a queima de fogos, tem música alta, pessoas estranhas ao convívio do seu pet.

Infelizmente há diversos casos em que cães tem crises de ansiedade, episódios de desespero ou ficam destruindo móveis e objetos. Em casos mais graves, eles podem provocar machucados neles mesmos.

Se esconde embaixo dos móveis, camas ou então pulam pelas janelas. Há diversos relatos de pets que ficam tão assustados com o barulho dos fogos, que acabam fugindo.

Pet com problema com barulhos?

Alguns sintomas e comportamentos que indicam que seu cachorro tem medo de fogos de artifício:

Sintomas: excesso de saliva, vômitos, fezes e urina fora do local de costume, Hiperatividade e hipervigilância e tremores.

Comportamento: Comportamento agressivo, latido incessante, postura encolhida, fuga, busca por atenção.

Como acostumar seu pet, seja ele cachorro ou gato, com o barulho dos fogos?

Acostume ele com o barulho dos fogos: Enquanto você está em casa, deixe um áudio ou vídeo com o barulho dos fogos, bem baixinho, no ambiente onde seu pet está. Neste momento aproveite para fazer carinho, dar petiscos, chama-lo pelo nome. Faça isso várias vezes ao dia.

Observe quando ele estiver a vontade com o volume, aumente um pouco, e recomece o processo. Até que ele esteja acostumado com o volume máximo.

Há diversos vídeos no YouTube com barulhos de fogos de artificio.

Como amenizar estes problemas no momento dos fogos

Deixe a caminha para cachorro num local de fácil acesso, onde você estiver, e se possível deixe uma roupa com seu cheiro para que ele possa se sentir protegido.

A recomendação para quem tem gato, apenas verifique se portas e janelas estão protegidas com telas ou fechadas, para que ele não resolva pular ou fugir.

Deixe-o livre, não precisa ficar interagindo com ele, pois só ficarão mais estressados, afinal, gato é gato.

Para reduzir o barulho, utilize protetores auriculares para cachorro. Mas prefira aumentar o volume da TV ou som para abafar o som dos fogos de artificio.

Em casos graves, de automutilação do cão ou de crises muito grandes de ansiedade, consulte o médico veterinário para o uso de feromônio sintético, ou em último caso o uso de ansiolíticos.

Nunca ofereça calmantes para cachorro sem antes leva-lo ao veterinário.

Ter um cão com medo de barulho não é o fim do mundo, você pode ajuda-lo a perder esse medo e reduzir a ansiedade. Amenize o problema agora, e o auxilie durante o ano a perder o medo.

Há uma divergência de como cuidar do cachorro com medo de fogos de artificio, no momento da barulheira, alguns dizem para ignorar o cão, mas ficar por perto para que ele se sinta seguro, outros orientam que seja carinhoso com seu pet, mas sem mimá-lo demais. Só não vale gritar ou xingá-lo, ok?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ebook GRÁTIS

Faça o download do Livro “Do Pátio ao Sofá de Casa” e aprenda com este livro de fácil leitura e bem interativo a como conviver melhor com o seu cão dentro de casa.